23.1.14

espécie de terapia

A dor que transbordou aquelas palavras
Tudo era mentira, tudo eram facadas.

O meu coração tudo sofreu
Enganei-me a mim própria e foi o que mais me doeu.
Ao aceitar tal ilusão
Ao cair na real
A queda foi tão grande, tão banal.
Engano, é o tudo o que me resta
Começo a questionar-me se o amor presta.
De coração partido
De alma quebrada
Mil peças, mil questões
Sem resposta solucionada.
#omeupoema