26.11.13

9, ao sabor do vento


Ontem, entre conversas, chorei. Lembrei do teu avô. Dizia, com as lágrimas nos olhos, como o mundo é egoísta. Por aquela hora, sentia-te tão triste e desorientado. Quis ocupar-te esse vazio. Esse "coração mudo", desmanchado em lágrimas secas. Eu sabia q querias chorar.
Hj contei-te ao telemóvel e senti o mesmo daquele dia, a tua tristeza muda. O tom de voz mais apagado. Desculpa relembrar-te. Mas acredita q o teu avô adora-te. Ele está orgulhoso de ti. Naquele dia, por mais q ele não falasse, ou demonstrasse qualquer tipo de emoção..eu tentei falar com ele, entre pensamentos e ali ficou. Ele foi feliz. Ele está feliz.

3 comentários:

disse...

vou tentar voltar a ser quem era. obrigada pela força!

wendy disse...

Esse dia ira chegar, resta esperar..

silvioafonso disse...

.


Gosto de ler quem de mim
escreve diferente.

Um beijo e parabéns, mas
não deixe de seguir meu
blog porque estou seguin-
do o seu.

silvioafonso






.