19.8.12

A cada canto que eu passo é recheado de dramas. Penso que o silêncio é a ocultação de muitos 'gritos' vinda de cada vida sofrida. É impossível descrever a nossa caminhada só de vitórias, alegrias e de boas memórias. Tomara alguém tornar isso verdade. Por cada rua que atravesso trago sempre comigo sensações e emoções vindas de outras pessoas. Sinto que por mais que veja os casais abraçados ao pôr-do-sol, crianças a rir alto, o mar sereno e o céu mais límpido da semana que há sempre algo de errado com alguém no nosso cenário perfeito e harmonioso..os dramas, os problemas rodeiam cada ser que existe sendo relacionado ao dinheiro, amor, política. Uma parte de nós preocupa-se em resolve-los, outra simplesmente ignora-los e esquecer que existem. É assim que mesmo incompletos, nos sentimos felizes, principalmente se existir algo ou alguém a dar-nos um empurrão para a parte ilusória, divertida e inesquecível da vida. É assim que avalio o nosso sistema, relacionado aos problemas. Eu sou do tipo de pessoa que muda de canal para não ver os desastres dos outros e que desliga a televisão para não ver choros, tragédias humanas ou ambientais porque afecto-me demasiado pela dor dos outros emocionalmente..mas sou do tipo de pessoa que por vezes deixo a televisão ligada e choro por eles enquanto que vivo ilusoriamente e à parte dos meus problemas.

4 comentários:

sam disse...

realmente é uma cidade linda

Ana Margarida disse...

Lindo, lindo.

silvioafonso disse...

.



Você se casaria com alguém
que tivesse um filho de um
outro casamento? Pois o cu-
nhado do Luiz se casou e
deu no que deu.

Detalhes no meu blog.

Beijos,

Palhaço Poeta






.

Madalena Marisa disse...

PENSO EXATAMENTE ASSIM!