9.11.11

Tudo que tu plantas, tu colhes. Porém, se tu plantares vento, colherás tempestade. E às vezes dá vontade de desistir de tudo e o que nos sabe melhor é deitarmos e não acordarmos mais. Mas nada que vem fácil vale o nosso esforço - por isso. Se não tiveres por quem continuar, continua por ti mesmo. Faz o teu caminho e segue sozinho. Sempre vale sozinho do que mal acompanhado. As coisas entram rápido na nossa vida, saem lentamente do nosso coração - mas isso não é mau - um dia aprenderás a dar-te valor e só deixarás entrar quem realmente merece o teu benefício da dúvida. No mundo em que estamos já não me admira ser a ou b, ou c, simplesmente deixo as coisas correrem - o destino já está feito - sou só uma actriz do seu papel - o que me enerva. Mas ele que me pregue muitos sorrisos, porque nem que planeie que eu sofra, que vou-lhe pregar tréguas. Se vou.

3 comentários:

raquel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
wendy disse...

adorei o post, desda a foto ao ponto final.

Andreia' disse...

Adorei!