20.10.11

As palavras magoam mesmo sem intenção. E a falta delas também. Nada é tão fácil quanto parece, nem tão difícil quanto achas. Às vezes, para toda malícia, tem uma inocência, para toda chuva, tem um sol e para toda lágrima, tem um sorriso. Aprende menina, quem não te procura não sente a tua falta - os pesos desnecessários que trazes às costas causam sempre dores desnecessárias, sabias? A mesma pessoa que te mostra o céu, mostra-te o inferno com uma pequena atitude ou até, com uma pequena palavra - eu sei do que falo. Crê naquilo que te falo - eu sou tão boa conselheira.

8 comentários:

rachel disse...

Escreves lindamente :)

Verinha disse...

este texto parece feito para mim :(

Andreia' disse...

de nada querida!
ameeei *-*

Jun disse...

que maravilha.

Mariana Ferreira disse...

faço de tuas palavras minhas ((:

Maria Inês disse...

Mais um texto fantástico :D

ines disse...

Sabes Cátia, parece que me leste a alma e adivinhaste o que precisava ouvir/ler. Nada poderia encaixar melhor, foi um esmagar do coração tão grande enquanto lia isto... mas ao mesmo tempo um peso tirado de cima

Madalena Mourisca disse...

foda-se, nem mais!